14/03/2012

Ah se todos os comics fosse assim.

He-Man todo mundo conhece. O super herói de Etérnia, que de dia é Adam, um apático e atrapalhado  príncipe, sempre seguido de perto pelo seu pet-boiola gato Pacato; e à noite (ou quando as trevas se acercam) é He-Man, um misto de Ted Boy Marino com Donatella Versace depois de uma sessão de bronzeamento. Tem mais alguns personagens com nomes sofríveis tipo Mentor, Gorpo (wtf?!) e Maligna, todos tão péssimos quanto a tradução de seus nomes.
O fato é que a criançada dos anos 80 adorava esse desenho, mas isso porque a criançada daquela época adorava qualquer porcaria que passasse na televisão.

SURPRESA AGRADÁVEL
Há algum tempo, procurando imagens do He-Man na internet pra fazer um job sobre a fase trash dos anos 80, dou de cara com um material excelente: uma releitura fantástica de todos os personagens do desenho.
Infelizmente não descobri ainda quem é o(a) autor(a), mas já adianto que o trabalho foi MUITO BEM FEITO.
Todos os personagens ganharam uma história nova, inclusive com uma abordagem psicológica e um background muito bem elaborado (o Gorpo, o paspalho voador, é na verdade Orko, o espírito de um mago assassinado pelo Esqueleto e que, de alguma forma, conseguiu voltar ao reino dos vivos, porém sem uma forma física).
Além disso, o artista também produziu ilustrações fantásticas (logo abaixo) dos personagens, que dão a eles uma estética que vai muito além do aceitável para qualquer adulto com senso crítico avançado.
Ah, entre outras coisas, também é possível descobrir os nomes originais dos personagens, o que faz deles figuras bem menos absurdas.

Uma mistura de Conan com Iggy Pop, este he-man magrelo e soturno até que funcionaria numa refilmagens que os marmanjos lotam os cinemas para assistir.


Esse cara se chamava Abelhão. Não dá pra respeitar um vilão com esse nome.

Desse aqui eu não lembro, mas a julgar pelo aspecto devia se chamar Lagostão, ou coisa que o valha.

Nesta versão a "Maligna" até que dá um caldo.



Man-at-Arms, na versão brasileira virou Mentor. Foda...

Este é sensacional! Chega a ser patético e triste.


Esqueleto numa versão andrógina. Quase uma drag queen do mal.





3 comentários:

Luciana disse...

Que dukaralio isso!!

Marcelo Bissoli disse...

Marko Djurdjevic é o artista.

Daniel Crossley disse...

Amazing! I am in love with all these designs. Would love to see these characters in a colorful Mad Max Fury Road like world. Thanks!